domingo, 30 de setembro de 2012

.poema.

Sim!
Para ter algum alívio?
Se machucar ainda?
Não, jamais!
Se sentir livre?
Onde está a esperança?
Ela se perdeu.
Mas não morreu,
se machucou
para ter alívio. 
Esperou
mudanças, 
Conseguiu
não
morrer.

(2509012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário