segunda-feira, 1 de outubro de 2012

"...MeNiNa LeVaDa..."


Sou como ela: única. Ainda que muito parecida com as outras. Dentre tantas eu também passo despercebida. Não há uma característica que me destaque, mas não há outra como eu.
Sou como ela: vulnerável. Ela está no alto da árvore e logo depois já está no chão. Assim também estou no auge do bom humor e logo após sou apenas lágrimas profundas.
Sou como ela: frágil. E não quero ser um peso pra ninguém. Se eu tiver que ser levada por alguém que não seja por muito tempo e que ao menos se tornem mais fortes os braços que me carregarem.
Carpe Diem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário