segunda-feira, 30 de maio de 2011

.CasTeLo.dE.RuíNaS.

Sem pensar escrevo
Ninguém poderia ler meus pensamentos
Nem eu poderia escrevê-los
A parede está desmanchando
sobre minha cabeça
Ecos vazios do lado de fora
Agora, livre, vou embora
Choveu e no chão eu vi
o céu coberto de margaridas
Sem escrever penso
E o que virá, já foi
Destroços ao chão,
ruínas do meu
castelo de ruínas.
Finalmente.


=]

segunda-feira, 23 de maio de 2011

"...Um BreVe DeSaBaFo...Ufa!..."


Acordei um pouco frustrada hoje. Com algumas crises dentro de mim. Perguntas sinceras e dúvidas específicas. Isto porque projetei algumas coisas para 2011 e eram tantas intenções... Agenda aberta, caneta na mão e lá fui eu "organizar" minha vida.

Tenho vivido, sim, muitas coisas que não foram programadas. Coisas boas e ruins, mas nada que não vá além dos acontecimentos corriqueiros da vida. Mas não tenho vivido muitas coisas que eu havia "agendado". Sei que Deus está no controle de tudo, Deus não está indiferente à minha vida. Deus é um Pai presente.

Minha frustração está em mim mesma. Comecei a rever algumas escolhas. Tenho me conduzido de forma muito passiva em certas coisas que necessito ter voz ativa. Acho que fiquei cansada no meio do caminho e peguei o atalho do comodismo. Rua sem saída!

Em minha pequena retrospectiva desses primeiros 5 meses de 2011 vi uma Adelita meio que "desfocada". Como isso me desespera! Não quero, definitivamente, continuar assim!
Registro aqui meu desabafo e meu compromisso em mudar. Que os próximos 7 meses sejam de conquista, de trabalho árduo e perseverança. Afinal, não me serviria "lamentar" sem me posicionar.
Lembro-me agora de uma das palavras que mais me impactaram no AcampeTeatro 2011, em Curitiba-PR, em que participei neste fim de semana (20 à 22 de maio). É uma palavra simples, mas é exatamente o que preciso para que muitas coisas na minha vida voltem para o caminho que se perderam, para que eu ajuste o foco e para que essa frustração seja apenas por hoje: disciplina!
Não disciplina no sentido de correção ou castigo, mas no sentido de manter uma disciplina, como quem faz exercícios físicos constantemente. Eu preciso me disciplinar em certas coisas com urgência, para alcançar certos objetivos. Do contrário a frustração será uma constância, isso não tolero!
Que a disciplina sim, na minha vida, seja uma constância!



=]