terça-feira, 30 de setembro de 2014

"...sObRe RoSas & ReLaCioNaMenToS..."


Sim! Foi o tempo e a qualidade do tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão especial, tão única, tão tua. 
Então não faça sua rosa chorar logo após tê-la feita sorrir por ter dito à ela o quanto ela era especial. Não a faça querer ficar em silêncio logo após tê-la feito ouvir você cantar para ela. Não faça sua rosa murchar mesmo depois tê-la regado com carinho. Não a faça se sentir desprezível como um espinho logo depois de tê-la feita se sentir delicada como uma pétala.
Não faças assim com tua rosa. Desta maneira deixas tua rosa confusa, magoada. Seria um desperdício se tua rosa se fechasse, não é mesmo? Afinal, você esperou tanto para que ela se abrisse e mostrasse suas belezas e mazelas. Agora que isto aconteceu não deixes que ela queira se reservar mais uma vez.
Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão especial, é o tempo que dedicas à tua rosa que faz você ser tão especial para ela
Por favor, tu é responsável por tua rosa. Tua rosa quer ser única para ti. Então, não a deixe desfalecer com palavras que machucam, com o silêncio que fere, com a indiferença que mata.
Lembra? Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. És responsável por tua rosa. E ela pediu para te dizer que te ama muito para aceitar que qualquer revoada de pássaros selvagens, que qualquer disparate de palavras não pensadas, que qualquer derramar de lágrimas de decepção e nem que tuas próprias atitudes te levem para longe dela.
Tua rosa já não é mais tão orgulhosa, tão vaidosa, tão teimosa. Porque ela quer ser melhor, quer ser especial, quer ser única, quer ser tua, quer ser a preferida.
Afinal, você suportou as lagartas com tua rosa, e agora não desfrutará com ela das borboletas?