domingo, 29 de julho de 2012

.eNConTro.&.dEsPeDidA.


O rio, o mar
O mar e o rio.

O rio, o mar
O mar, o rio, a ponte.
A ponte, o rio e o mar.

O rio, o mar
O mar, o rio, a ponte, nós.
Nós, a ponte, o rio e o mar.

O rio, o mar,
O mar, o rio, a ponte, nós, adeus.
Adeus, nós, a ponte, o rio e o mar.

O mar, o rio, a ponte, nós, adeus.
O mar, o rio, a ponte, nós.
O mar, o rio, a ponte.
O mar e o rio.
Adeus.


(1707012)

sexta-feira, 27 de julho de 2012

"...EnTre uM Dia e OuTro..."


Esse dia está terminando, esse tempo se finda, esse período se encerra. Olho para o horizonte, amarelado e belo, e estou satisfeita ao assistir o pôr do sol, posso descansar. Foi um dia lindo. Em breve nascerá um novo dia. Novas coisas, novo tempo, novo e belo horizonte.
Às vezes com medo e cautelosa, mas prosseguirei. Caminharei para o conhecido Desconhecido desejosa de ver o novo dia raiar, querendo saber o que o novo dia me trará.
Mas por agora, posso descansar e desfrutar dos últimos raios de sol desse lindo entardecer preparado para acalentar meu coração. A gente fica com saudade quando o sol se vai e um dia tão especial termina, mas durante a noite a gente pode ser preenchido com a esperança de ver o sol nascer no outro dia trazendo consigo novas oportunidades.
Mudar, arriscar e crescer: isso é coisa pra quem está vivo. E estou aqui, viva, sentindo o vento no rosto, o frio na barriga, a esperança no coração, enquanto desfruto desse dia que está terminando. E o amanhã chegará.
Carpe Diem!

domingo, 8 de julho de 2012

"...EsFoRça-Te!..."

Eu não sei quanto peso você pode aguentar, qual sua estrutura pra isso. Não sei também por quanto tempo você suporta o peso que aguenta. Mas te peço, por favor, não carregue nada que não valha a pena o seu esforço, que o peso não compense.
Não empenhe sua força naquilo que te deixará mais fraco. Suporte o que te deixará mais forte, e antes disso, mais feliz.
E nisso sim, esforça-te.
Carpe Diem!