segunda-feira, 18 de novembro de 2013

terça-feira, 12 de novembro de 2013

"...Lar DoCe Lar..."


Hoje completa 1 ano e 3 meses que estou morando em Belo Horizonte. E posso afirmar que, a partir daqui, tenho tido novos horizontes. Alguns realmente belos e outros nem tanto.
Tem sido uma jornada de muitos desafios, lágrimas, saudade, renúncias. Mas tem sido um tempo de muito crescimento, conquista, superação.
Chorei com cada decepção, com cada palavra dita, com cada palavra não dita. Chorei com algumas mudanças que foram obrigadas a acontecer. Mas, chorei também quando ganhei um fogão, uma geladeira, um mixer, um liquidificador, um colchão, uma cama e principalmente quando ganhei (e ganho) amigos, uma nova família.
Agora me sinto mais em casa do que antes. Eu tenho um lar. Simplesmente porque aceitei que há um tempo e um lugar para cada coisa acontecer. E este é o meu lugar neste tempo. E estou feliz com isto.
Mesmo morando sozinha, sempre que chego em casa eu me sinto bem-vinda. E não há nada melhor do que falar com as paredes e saber que elas sorriem enquanto estão me ouvindo.
Que muitos outros anos se completem, aqui ou em outro lugar, não importa onde, desde que seja no tempo certo, desde que seja num lugar que eu possa chamar de lar.


Carpe Diem!

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

"...LiVrE, LeVe & SoLTa..."


Os pássaros estavam presos. Minhas lembranças também. Minha vida toda. Eu toda. Presa. Medíocre. 
Rupturas foram necessárias para aprender a voar. Cair foi necessário para aprender a levantar. Rastejar foi necessário para aprender a subir mais alto.
Ainda não terminou. Há muito que vencer, conquistar, deixar pra trás. A vida é uma constância de inconstâncias, repleta de voltas e reviravoltas. Mas, voltar aos laços que me prendiam? Não. Nunca mais. 
Agora, os pássaros estão livres. Minhas lembranças também. Minha vida toda. Eu toda. Livre. Livre.

Carpe Diem!