sábado, 1 de setembro de 2012

.poema.

"
"Um passo, depois outro, um banquinho pra descansar,
eu chego no fim do caminho mas a vida é desfrutar.

Desfrutar as pedras, as curvas, o estreitar da estrada,
o desconhecido e o novo que surgem na caminhada.

Sigo meu próprio rumo, a trilha do meu viver,
pois o caminho que é meu só eu posso percorrer.

Se encontram estradas, se cruzam caminhos,
revendo amigos, fazendo vizinhos.

E quando eu canso, não desisto, apenas paro pra descansar,
pois a vida se faz a cada passo e meu caminho é caminhar."

Um comentário:

  1. Posso estar cansada o que for. Mas desistir não é mais uma opção...

    Mel

    ResponderExcluir