quarta-feira, 3 de novembro de 2010

.VoLToU.

Como eu quis que seu abraço não terminasse
ou que você me abraçasse outra vez.
Seu perfume ficou na minha roupa
e eu sorri quando percebi isso.
Como eu quis que sua mão tocasse a minha
ou que você as segurasse sem pressa.
Você olhou para mim e sorriu
e eu sorri e te olhei também.
Como eu quis que você não se fosse
ou que eu pudesse ir com você.
Foram poucas as suas palavras mas,
para mim, elas foram minha música.
Como eu quis que você me notasse
ou que minha presença te fizesse feliz.
Me sinto rídicula escrevendo esse poema,
mas hoje, quando te vi, eu percebi as borboletas.
Eram bem poucas.
Mas estavam no meu estômago!
=]
(011110)

5 comentários:

  1. Ad, gostei muito da mudança que vc fez no seu blog. Sua cara o nome q vc deu.

    Muitas saudades!

    Espero q agente possa se veja em breve.

    Bjos!!!!!!

    Mel

    ResponderExcluir
  2. Uau
    Inspiração que só pode vir de um apaixonado! hehehhe Agora fiquei curiosa... hahah quero saber quem é a inspiração deste poema. Será que eu sei? bjo bjo amiga! Espero muito estar "inspirada" tbm... Pri

    ResponderExcluir
  3. Xonada com certeza! ah gostei do jeito q ficou o blog, bem sua cara! bjo =]

    ResponderExcluir
  4. ...LindoOoOoOoOoOoOoOoOoOoOo...
    Num sei nem mais como comentar...
    Quer dizer...
    É tão intenso...
    Tão denso...
    Quase palpável...

    Abraços....

    ResponderExcluir
  5. Eitaaa... Adquirida!!! Que que é isso
    Poeminhas de amor agora..
    Que lindo!!!
    Inspira...
    Love u <3

    ResponderExcluir