domingo, 21 de novembro de 2010

"...BoRboLiTa..."


Mais uma vez recebi a visita de uma borboleta. Essa era bem grande e diferente. Com as asas fechadas era marrom com desenhos circulares que lembravam olhos, meio "séria" para espantar os predadores. Com as asas abertas era azul e vibrante, convidativa, nem parecia a mesma borboleta. Mas era.
Assim, fiquei a pensar nas pessoas e em mim mesma.
Quantas "metamorfoses" passamos na vida!
Mas mesmo essas mudanças não nos engessam. E em circunstâncias diferentes agimos de formas tão distintas que às vezes até nos perguntamos: "Eu disse isso? Eu fiz isso?"
Em determinados momentos estamos sérios e decididos, em outros estamos distraídos e casuais. E isso não é ser fingido, nem ter duas caras. Isso é ser sincero, é ser o que se é, sem medos, sem máscaras. Em cada circunstância, teremos uma ação-reação. Mas isso não muda quem somos, ao contrário, isso deve mostrar ainda mais nossa autenticidade.
Com asas abertas ou fechadas, uma borboleta é sempre uma borboleta. Mesmo que a borboleta perca suas asas isso não fará com que ela volte a ser lagarta, porque ela já se tornou borboleta, e com asas ou sem elas, nada poderá mudar isso!
(...fotos, faces, asas de uma mesma borboleta...)

(((Asas fechadas)))

(((Asas abertas)))



=]

3 comentários:

  1. Nossa!! Como vc escreve bonito! Adorei!! As borboletas são mesmo obras primas da natureza!!

    ResponderExcluir
  2. É exatamente isso,é exatamente assim!!!

    ResponderExcluir
  3. Brigadão Ade...
    Mas de coração...
    Por + essas palavras q. me ensinam com vc...
    E brigadão tmbm pela indicação...
    Recebi duas indicações de pessoas admiráveis...
    É bom ter vcs como amigas...


    Abraços..................................

    ResponderExcluir