quarta-feira, 22 de abril de 2009

"...o pRoPóSiTo para O qual fUi cRiAdA..."

(((minha mãe gRáVida de 7 meses, e eu na BaRRigA dela)))
Podemos amar alguém que nunca vimos o rosto antes? Sim! Parece muito estranho, amar alguém que você nunca viu, que você não conhece os sonhos que têm, os gostos que têm, as vontades que têm. Mas se pararmos para pensar nisso veremos que é exatamente o que acontece com os pais que estão ansiosos esperando a chegada de um bebê. Eles nunca viram o rosto do filho ou filha. Não sabem se é perfeitamente saudável. Desconhecem a cor dos olhos e cabelo. Não sabem as escolhas que ele ou ela vai fazer na vida. Mas eles amam aquela pessoinha que não conhecem e nunca viram antes. Por quê? Simples. Porque aquele "serzinho" é seu filho ou filha. E isso é suficiente para um pai e uma mãe amarem seu bebê.
E porque estou falando tudo isso? Bem esses dias estava eu batendo um papo da hora com Deus e perguntando para Ele porque Ele me ama tanto. "Como podes, Deus, me amar assim? Faço tantas coisas erradas, sou tão teimosa, e ainda assim me amas. Por quê?"
Então Deus foi me mostrando algumas coisas e fui entendendo um pouco esse lance de amor de pai. Se um pai e uma mãe amam seu bebê que nunca viram, pois ainda vai nascer, imagina então quanto mais Deus ama seus filhos e filhas que Ele mesmo fez e formou, e sondou, e sonhou? Se os papais terrenos, cheios de falhas, erros, e imperfeições conseguem amar seus bebezinhos mesmo eles não tendo feito nada para merecer isso, simplesmente porque são seus filhos; quanto mais o Papai do Céu, que é perfeito, paciente e amoroso, não vai amar seus filhinhos e filhinhas que Ele mesmo fez e concebeu em seus própositos?
Foi então que meu papo da hora com Deus, que começou com perguntas, terminou com muito mais que uma resposta, mas sim com regozijo por entender, dentre tantos, o principal propósito para o qual fui criada. Deus me ama, não porque faço isso ou aquilo, porque sou talentosa ou habilidosa, ou por qualquer coisa aparante que levaria uma pessoa a amar a outra. Ele me ama simplesmente porque sou sua filha. O maior propósito da minha existência é ser amada!
Entender e viver isso é libertador e simples desse jeito!




=]

5 comentários:

  1. Amar quem nao conhecemos, creio q é umas das coisas mais maravilhosas q o homem experimenta na vida. Isso verdadeiramente é um atributo de Deus, e são poucos aqueles q o desenvolvem. Aqueles que amam a Deus assima d qualquer coisa.
    Desejo a cada dia ama-lo mais e mais.
    O melhor d todo isso é quando O amamos, percebemos q o Seu amor é totalmente imerecido. E nos deparamos com a graça de Deus, fazendo uma pergunta "Que amor é esse?"
    Descobrimos exatamente isso q vc disse "O principal proposito q fomos criados".

    ResponderExcluir
  2. Lindo é isso mesmo .O mais interessante que não precisa nem saber que estamos esperando um bebe para começar a ama-lo,só em pensar ,em planejar a "encomenda" do bebe ja o amamos e entao qdo sabemos que ele ja esta a caminho é só mais um pequeno e grande detalhe nao para começar a ama-lo mais para ama-lo ainda mais do que ja o amava-mos qdo este ja estava nos nossos planos.Assim tbem Deus nos ama ,com um amor incondicional,eterno e que ja começou muito antes do que imaginava-mos.Por isso por mais que façamos algo para ele ainda é pouco perto do grande amor que ele tem por nós...falei di mais haa haha

    ResponderExcluir
  3. É isso aew priminhaaa!!! Vc q já é mãe, sabe bem como é esse lance de amar sem nem conhecer neh?!
    Brigadu!
    Bjim bjim

    =]

    ResponderExcluir
  4. Olha você ali ..... na barriguinha da sua mãe.
    E Deus te escolheu antes mesmo que você viesse a nascer...não é tremendo ?

    ResponderExcluir
  5. Olha lá vc dentro da barriga da nossa mãe Nate,vc já estava ensaiando uns teatrinhos heheheh!!!!

    que gracinha =]

    bjos
    angel

    ResponderExcluir