quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

.pOeTizaNdoOoOo.

Não espere de mim
um beijo
que nunca te darei.
Não espere de mim
um carinho
que nunca te farei.
Não espere de mim
uma vida
que nunca viverei.
Não espere de mim
um alguém
que eu nunca serei.
Não espere de mim.
Não se desespere.
Não me espere.

=]

2 comentários:

  1. Mas fecha os olhos e finca fogo, bicho!

    ResponderExcluir
  2. Vi sem querer o rascunho desse poema na sua mesa hehehe...legal ne? Gosteiiiii!!!! Bjos...Angel

    ResponderExcluir